Publicado em / por Paulo Junior / em Dicas

Saiba como comprar e aplicar papel de parede sem erro

Fonte: Zap em casa

Verifique se a superfície onde o papel de parede será aplicado não possui umidade e se é lisa, caso contrário, o efeito desejado não será alcançado

Nos últimos anos o papel de parede se transformou em um dos acessórios mais desejados da decoração, afinal, sua versatilidade e facilidade de instalação permite quebrar a monotonia dos ambientes rapidamente. Mas a escolha do papel de parede não é tão simples assim. Além de pensar na harmonia de cores e estampas, é preciso considerar muitos outros detalhes que vão fazer toda a diferença na decoração e, também, no bolso.

A arquiteta Patrícia Coelho, do Ateliê Revestimentos, alerta que o primeiro passo é verificar se a superfície na qual o papel de parede será aplicado não possui umidade e se é lisa, caso contrário, o efeito desejado não será alcançado.

Também é preciso muita atenção quanto ao dimensionamento do papel. Antes de definir a quantidade de rolos, é importante calcular a perda de material. “A maioria dos rolos tem 53 centímetros de largura por 10 metros de comprimento. No caso de uma parede de 3m x 3m, serão necessários dois rolos, pois cada um fará três faixas”, ensina Patrícia.

Mas se o papel de parede tiver flores, bolas, grafismos e outras estampas, será preciso levar em conta o tamanho da padronagem e a frequência com que ela se repete para que os encaixes fiquem perfeitos. Por isso, se o papel não for liso ou com listras, o cálculo de perda de material será maior conforme o tamanho do desenho.

A adequação ao ambiente em que o papel será instalado é outro ponto que merece destaque. “Antes de comprar leve em consideração a cor do carpete, do piso e dos móveis. Outra dica é prestar atenção na escolha das cores do papel de parede para o quarto. Tons muito fortes podem atrapalhar o sono”, orienta.

O tipo de material do papel de parede é outro detalhe importante. A maior parte admite limpeza apenas com espanador, mas já existem no mercado opções que podem ser higienizadas com pano úmido e detergente, que segundo a arquiteta, são perfeitas para residências com crianças.

A arquiteta Eliane Mesquita lista outras dicas para quem não sabe como aplicar papel de parede. Confira:


– Revestir todas as paredes de um cômodo cria uniformidade, mas o ideal é optar por cores e desenhos mais discretos para não carregar o visual;

– Se for decorar apenas uma parede, dando destaque a uma área específica do ambiente, combine o tom de fundo do papel com a cor da tinta;

– Evite aplicar papel de parede em áreas externas ou molhadas como jardins, cozinhas e banheiros que tenham chuveiro, pois a umidade que podem danificar o produto;

– Equilíbrio é essencial: se já possui móveis e acessórios bem coloridos e quer revestir alguma parede com papel, procure repetir um dos tons existentes na padronagem do papel de parede;

– Estampas pequenas e claras são ideais para ambientes pequenos;

– Estampas escuras e dramáticas são interessantes para ambientes mais amplos;

– Estampas verticais proporcionam a sensação de pé-direito mais alto;

– O lavabo é o ambiente mais indicado para ousar na aplicação do papel de parede;

– Não há restrições para o uso do papel de parede na decoração, a regra é ter harmonia. Portanto, use a criatividade e transforme a sua casa!